Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Últimas Notícias > Ministro vistoria obra de conjunto habitacional com 1.776 moradias em Maceió (AL)
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Ministro vistoria obra de conjunto habitacional com 1.776 moradias em Maceió (AL)

  • Publicado: Segunda, 13 de Julho de 2020, 21h22
  • Última atualização em Terça, 14 de Julho de 2020, 09h57

Mais de 7 mil pessoas de baixa renda serão beneficiadas. Rogério Marinho também esteve no Bairro Pinheiro, região afetada por afundamento de solo

MCMV MACEIOBrasília-DF, 13/7/2020 – O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, vistoriou hoje o empreendimento Residencial Vilas do Mundaú, em Maceió (AL). São 1.776 moradias construídas com recursos federais da ordem de R$ 142 milhões. O empreendimento havia sido contratado no fim de 2018, sem disponibilidade orçamentária para a execução das obras. Agora, porém, o Governo Federal assegurou o volume de recursos necessários e os procedimentos administrativos para a conclusão. O ministro também esteve na região atingida por afundamento de solo na capital alagoana e participou de reuniões com o prefeito Rui Palmeira e o governador Renan Filho.

“O Governo tem feito um investimento vultoso para dar continuidade ao sonho da casa própria a milhares de brasileiros. Aqui em Alagoas, com esta iniciativa, serão mais de sete mil pessoas beneficiadas. Seguimos a orientação do presidente Jair Bolsonaro de não deixar obras paradas no País – esta é mais uma prova desse compromisso”, afirmou o ministro Marinho, durante visita ao Residencial.

Outros dois conjuntos – Residencial Mario Peixoto Costa I e II – na mesma situação do Vilas do Mundaú, ambos na capital alagoana, também terão autorização de continuidade. Os recursos são de R$ 30,6 milhões e garantirão 384 moradias para famílias de baixa renda.

Ainda em Maceió, o ministro Rogério Marinho visitou o Bairro Pinheiro para verificar a situação de afundamento de solo que atinge também outras duas localidades: Bebedouro e Mutange. Desde o início das ocorrências, a Defesa Civil Nacional atua junto às Defesas Civis municipal e estadual nas ações de mitigação e resposta ao desastre.

Entre as ações realizadas pelo MDR estão a liberação de R$ 35,6 milhões para o custeio de aluguel social destinado a 6.903 famílias afetadas e o apoio técnico do Departamento de Obras da Defesa Civil Nacional à Prefeitura de Maceió.

“Há uma necessidade de se monitorar essa região de maneira muito próxima para que as pessoas que tiveram seus patrimônios atingidos sejam indenizadas e não sofram risco de vida. Também para que os bens públicos sejam preservados. Esse é um trabalho permanente de avaliação feito pela Defesa Civil Nacional, em conjunto com as Defesas Civis do estado e do município”, reforçou Marinho.

Outros compromissos

Na sequência, o ministro participou de uma reunião técnica com equipes da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) de Maceió. Na pauta do encontro, obras em andamento que vão garantir melhorias nos serviços prestados à população, como a construção das estações Utinga e Rio Largo e a expansão da linha férrea até o bairro Mangabeiras, além da recuperação de locomotivas e estruturas. O investimento nessas ações é de R$ 66,3 milhões.

Rogério Marinho ainda se reuniu com o prefeito Rui Palmeira e o governador Renan Filho. A agenda em Alagoas incluiu vistoria a obras e entrega de infraestruturas que vão reforçar a oferta de água no interior do estado. Também foi anunciada a liberação de R$ 41,2 milhões para o custeio de obras no município de Rio Largo.

registrado em:
Fim do conteúdo da página